icon-arrow-down icon icon-arrow-fill-down icon icon-arrow-next icon icon-arrow-prev icon icon-tag-close icon

Viajar

Seu primeiro voo com o bebê: 12 coisas que você deve saber

Evite problemas com essas dicas inteligentes para viajar com o bebê

compartilhar

Se você vai visitar os avós ou dar uma escapada com a família, essa primeira viagem com um bebê exige algum planejamento antecipado. Siga essas dicas de especialistas em viagens aéreas para uma viagem mais tranquila.  

1. Evite escalas se puder. “Voos diretos valem o seu peso em ouro quando viaja-se com um bebê,” afirma Danielle Contray, Editora de Viagens e mãe de um menino de 5 anos. “Também pode valer pena dirigir por 1 hora ou mais para chegar a um aeroporto com mais opções de voos diretos.”

2. Sincronize com o sono. Dan Miller, pai de 6 filhos e escritor na Points with a Crew, afirma que é melhor planejar a viagem em torno dos horários normais de sono. Ele sugere viajar quando o seu bebê está cansado, mas não exausto - significando que o voo deveria partir próximo do início da soneca ou do horário de dormir regulares do seu filho. E não esqueça de levar algo familiar para ajudar o seu bebê a cair no sono, como um bichinho de pelúcia ou o cobertor favorito.

3. Compre um assento. Os pais têm a opção de levar crianças com menos de 2 anos em seu colo, mas Thornton recomenda a compra de um assento extra para o bebê para voos com duração maior do que 4 horas. Você pode perguntar sobre tarifas com desconto ao fazer a sua reserva ou pedir para sentar-se perto de um assento vazio ao fazer check-in. Se você não precisar ou quiser o espaço sob o assento à sua frente para guardar suas coisas, Thornton sugere que você reserve os assentos da primeira fila para ter mais espaço. Tenha em mente que o lugar mais seguro para o seu bebê sentar em um avião é um bebê conforto ou uma cadeira certificada para uso em avião - verifique o site da ANAC para saber se o seu bebê conforto é aprovado para uso em voo e qual é a melhor forma de garantir isso.

4. Esteja preparado. Inclua um kit de emergência na sua bagagem de mão com mamadeiras de leite ou fórmula, água engarrafada, antitérmico, solução salina, fraldas e muitos lenços umedecidos. Assegure-se deixar a Polícia Federal ciente no início do processo de triagem de que você está carregando fórmula, leite materno ou suco acima do volume mínimo de 100 mL n sua bagagem de mão. Esses líquidos podem passar no raios-X ou serem testados, embora você possa solicitar o uso de métodos alternativos.  

5. Leve roupas extras para todo mundo. De acordo com Contray, deve-se considerar levar uma muda de roupas para a família toda na bagagem de mão, já que você nunca sabe quem vai derramar o que e sobre quem. E não esqueça de sacos plásticos para as roupas sujas!

6. Alivie a pressão. Há muitos motivos para bebês chorarem em aviões, mas a pressão no ouvido que ocorre no pouso e na decolagem definitivamente é uma delas. Embale o seu bebê, dê uma mamadeira ou uma chupeta para ajudar a manter os ouvidos abertos (e assegure-se de levar chupetas extras). 

7. Traga os apetrechos.  Companhias aéreas não cobram por levar bebê conforto ou carrinho de bebê e maioria delas permite que você leve o carrinho de bebê até o portão. Enquanto isso pode significar que você terá que aguardá-lo ao pousar, facilita o transporte das suas bagagens de mão até o avião. Outro item que você deve levar na bagagem de mão: um sling ou canguru, pois assim você poderá andar pelos corredores do avião quando as luzes do cinto de segurança estiverem apagadas

8. Leve lanches. Quer sejam salgadinhos, petiscos (preferencialmente em cores claras para evitar manchas se derramarem), ou copos, nunca esqueça o poder dos lanches. Leve os favoritos do seu bebê e tenha alguns extras a mão para atrasos inesperados.

9. Traga entretenimento. Um brinquedo novo ou o velho brinquedo predileto manterá seus filhos ocupados por pelo menos parte da viagem. Se puder, leve brinquedos suficientes para tirar algo da sua bolsa de truques a cada hora. Kendra Thornton, Especialista em Viagens e mãe de 3 filhos, afirma que os seus itens de primeira necessidade incluem copos plásticos, livros de colorir e petiscos.  

10. Arrume (muito) tempo extra. Como provavelmente você aprendeu até agora, tudo demora mais quando você está com um bebê. Voar pela primeira vez com um bebê é estressando e você não quer incluir o estresse de correr pelo aeroporto até o portão de embarque, afirma Thornton. Planeje-se com muito tempo para todas as etapas da viagem e então inclua um pouco mais de tempo se puder.

11. Bagagem perdida? Thornton fala que geralmente todos os aeroportos têm itens emergenciais para bebês no balcão de bagagens perdidas. Eles podem fornecer-lhe fraldas, fórmulas, cobertores, lenços umedecidos, etc.!

12. Não esqueça de respirar. Bebês choram e todos os pais irão lhe contar que fizeram pelo menos viagem de pesadelo, então respire profundamente e tente fazer o seu melhor para relaxar.