Importante: comunicado de Recall

icon-arrow-down icon icon-arrow-fill-down icon icon-arrow-next icon icon-arrow-prev icon icon-tag-close icon

A Vida com o Bebê

11 Verdades sobre Ter um Bebê

O "cansaço" ganha uma nova dimensão, você vai realmente saber o que é ser "multitarefa" e outras verdades que todos os pais experienciam.

compartilhar
Ninguém pode te dizer como é se tornar pai ou mãe. Tem algumas coisas que você tem que viver para saber. A primeira vez que você segura um pequeno ser nos seus braços é surreal, é um sentimento que cada pessoa sente diferente.

Mas mesmo sendo um momento singular, existem algumas coisas que a maioria dos pais vão passar cedo ou tarde. Aqui temos 11 verdades sobre ter um bebê.

1. A palavra "cansaço" ganha um novo significado. Você acha que sabia o que era ficar cansado antes de ter um bebê. Mas a verdade é que você nem imaginava. A exaustão que você sente após a chegada do bebê é algo que você nunca tinha visto. Ela acaba. Mas você nunca esquece.

2. Você precisa de muitos megabytes. Você vai tirar 10 mil fotos por dia do seu bebê sorrindo. Tudo o que ele fizer será motivo para um clique. Quando ele tiver 25 dias de vida, o seu telefone estará com a memória cheia (e o seu coração, também).  

3. Os seus grandes planos vão por água abaixo. Talvez você já soubesse que tipo mãe seria. Nada de açúcar. Nada de TV. Nada de perder contato com antigos amigos. Todos estes planos não significam nada. Você não é nada como a mãe que imaginou ser antes do bebê chegar.

4. Você fará qualquer coisa por um sorriso. Talvez, a sua própria felicidade tivesse importância antes. Mas agora, não. Uma vez que o bebê dá o primeiro sorriso, tudo muda. Você vai parecer uma palhaça de circo, vai imitar cachorro, vai dançar freneticamente e fazer caras e bocas pra conseguir um pequeno sorriso. E você não se arrependerá.

5. Você nunca estará suficientemente preparada. Se você colocar 5 trocas de roupa na mochila, o bebê vai precisar de 6. Se você lembrar de levar fraldas, vai esquecer o lencinho. Não importa o quão no controle você se sinta, os bebês nos colocam em nossos devidos lugares a cada dia, são pequenas lições de humildade.  

6. O cheirinho da cabeça do bebê devia vir em frascos de perfume. Não existe melhor cheiro no mundo do que o cheirinho da cabeça do bebê. É chuva fresca, pão no forno, misturado com o seu shampoo preferido, tudo junto.  

7. Você vai precisar de outras mães. Ser amiga de outras mães não é só importante. É uma questão de sobrevivência. Se o seu bebê tem febre ou um cocô esquisito; ou se de repente ele não come mais ervilhas e não quer mais mamar, você vai ligar para essas mães. E mesmo que elas não tenham as respostas, elas vão te acalmar, te dar apoio e te dizer que é assim mesmo. E na semana seguinte, você fará o mesmo por elas. 

8. Você vai se tornar aquela mãezona do Facebook. Sabe aquele que você nunca seria? Aquela que posta 75 fotos por dia, incluindo as do bebê todo sujo de papinha? Sim, você se tornará essa mãe.

9. Você vai entender realmente o que é ser multitarefa. No final do primeiro ano, você estará preparando a comidinha, enquanto balança o bebê na cadeirinha e canta a música do ABC como profissional! Você vai ler os e-mails enquanto amamenta. Você vai ninar a criança enquanto fala no telefone. E você vai fazer tudo o que achava impossível quando trouxe aquele pacotinho da maternidade pra casa.

10. Você será meticulosa sobre assuntos delicados. A gente nunca pensa que vai ter uma planilha para monitorar o funcionamento intestinal e miligramas ingeridas. Até se tornar pai e mãe. Nos primeiros meses, mamar e fazer cocô são os únicos meios de comunicação do bebê. Então, é melhor você monitorar tudo. E você vai reportar tudo para o pediatra e usar toda essa informação para aprender o que precisa. Mergulhe de cabeça!

11. Você vai amar como nunca amou antes! É tão cliché por um motivo. O amor que você sente com o seu bebê é algo que você nunca imaginou sentir antes. Para alguns, é imediato. Para outros, é um processo lento. Mas quando ele chega, é algo que não cabe dentro do peito. Simples assim. É pra sempre.