icon-arrow-down icon icon-arrow-fill-down icon icon-arrow-next icon icon-arrow-prev icon icon-tag-close icon

Saúde & Segurança

Qual será a altura do meu filho?

A estatura depende de fatores como a altura dos pais, nutrição e saúde.

compartilhar
Mesmo quando o bebê ainda está no útero, é muito difícil deixar de pensar em como ele vai ser quando crescer Será que vai ter olhos azuis ou castanhos? Cabelo liso ou enrolado? E qual vai ser a altura dele quando adulto? Vamos ouvir o que médicos têm a dizer:
 
Considere a genética. Não existe uma maneira de determinar exatamente a altura que seu filho terá quando chegar à idade adulta, mas a genética desempenha um grande papel nesse quesito. "Os filhotes do chihuahua são pequenos e os do dogue alemão grandes, sendo que o mesmo acontece com os seres humanos", explica Alan Rogol. Mestre, doutor e professor emérito de pediatria da Universidade da Virginia, ele é um expert em crescimento e amadurecimento adolescente, além de ex-vice presidente da Sociedade de Endocrinologia dos Estados Unidos. "Pais altos têm muitas chances de ter filhos ainda mais altos do que a média, enquanto pais baixos têm mais chances de terem filhos mais baixos do que a média". Além da genética, outros fatores podem influenciar a altura do seu filho, como: nutrição, saúde, hormônios e o início da puberdade (atingir a puberdade três ou quatro anos antes da média pode induzir à uma estatura menor).


Faça uma estimativa. Duas fórmulas são usadas por médicos para fazer uma previsão aproximada: A primeira calcula a altura provável da criança, com base na altura dos dois pais. Para fazer o cálculo, some a altura do pai à altura da mãe, e adicione 12 centímetros para meninos e subtraia 12 cm para meninas. Divida por dois para chegar a uma estatura estimada. No segundo cálculo, avaliamos a posição da criança no gráfico de crescimento quando ela tiver dois anos. O resultado é a altura provável dela quando adulta, salvo em casos de doença grave ou uso de drogas inibidoras de crescimento. Portanto, se ela estiver no percentil 50 (posição mediana) aos dois anos, estará no percentil 50 quando chegar à idade adulta.


No entanto, há uma grande ressalva aqui: A margem de erro das duas fórmulas é de aproximadamente dez centímetros em ambas as direções. Ainda que 95% das crianças acabem ficando dentro da margem projetada, é uma faixa de 20 centímetros de variação! Portanto, se a previsão for que seu filho terá 1,70 metro de altura, então ele provavelmente vai ter entre 1,60 e 1,80. Na verdade, uma margem tão grande não quer dizer muito, segundo Dr. Rogo!
 
Fique de olho nos gráficos de crescimento. Os especialistas concordam que, a não ser que a criança tenha uma estatura muito abaixo do normal, os pais devem evitar se preocupar se ela acompanhar a própria curva de crescimento e for saudável. . "Os sinais de alerta que devem ser notados são quando a criança fica abaixo do percentil 3 nos gráficos de estatura ou demonstra insuficiência de crescimento, não se encaixando nas principais linhas percentuais de um gráfico de crescimento", diz Dr. Rogol. "Logo, se ela ficou percentil 40 por alguns anos e depois caiu para 10, isso é preocupante." Um aumento repentino na altura da criança também pode ser motivo de preocupação, já que isso pode ser sinal de puberdade precoce. Em caso de preocupação, fale com seu pediatra. Ele poderá revisar o gráfico de crescimento do seu filho e possivelmente indicar um especialista.

Recomendamos que um profissional de saúde também seja consultado Recomendamos que um profissional de saúde também seja consultado.