icon-arrow-down icon icon-arrow-fill-down icon icon-arrow-next icon icon-arrow-prev icon icon-tag-close icon

Assuntos de Família

11 verdades sobre ter um segundo bebê

A gravidez é completamente diferente, você vai se preocupar ainda mais com o seu primeiro — essas e ainda mais verdades sobre ter um segundo bebê

compartilhar

Quer você esteja grávida do seu segundo ou somente pensando sobre, incluir outro bebê no time é uma enorme mudança de jogo. E mesmo que seja diferente para cada mãe, aqui vão 11 verdades que eu descobri sobre ter um segundo bebê.

1. Você questiona como será possível amar o segundo tanto quanto o primeiro

É só um palpite, mas eu aposto que você está perdidamente apaixonada pelo primeiro. E isso significa que, assim que engravidar, pode ser que entre em pânico. O amor pelo seu primogênito jamais poderá ser superado! Você nunca amará tanto os dedinhos e pezinhos de outro bebê! Mesmo que tais sentimentos sejam 100% normais, você ainda tem amor suficiente para distribuir. Você vai amar o segundo filho do mesmo jeito que ama o primeiro, e de maneiras diferentes também. Funciona.


2. Essa gravidez não será tão gloriosa.

A minha primeira gravidez foi como uma brisa. Quando eu não trabalhava, dormia até o meio-dia, almoçava com amigos, e assistia filmes na cama. Ah, e pensava no bebê, tentando imaginar como seria ser mãe, me preocupava com os registros de cartório, e alguns toques de decoração.

Já na segunda vez? Eu tinha uma criança para perseguir, alimentar e — nossa como foi difícil no terceiro trimestre — dar banho. Você sentiu um pouco de dor nas costas na primeira vez? Tente segurar uma criança de 13 kg se contorcendo com um bebê de quase três quilos na sua barriga. Se você teve um gravidez tranquila na primeira vez, você vai sentir falta desse luxo — e desejar ter aproveitado melhor aquele momento.


3. Você não terá a mínima ideia de quanto tempo está

Se lembra quando você conseguia dizer, para qualquer um que perguntasse (o seu obstetra, a sua sogra, e até a menina do caixa do mercado), o tamanho estimado do seu bebê (é quase um melão!) e de quanto tempo estava até aquele dia? Na segunda gravidez você vai se enrolar para responder todas-as-vezes. Tente se lembrar para quando está previsto e se apegue a isso.


4. Não haverá tanto barulho

Todos vão ficar empolgados com o segundo bebê, mas bem, provavelmente não terá um chá-de-bebê do trabalho, um da família e uma festa surpresa das suas melhores amigas. Você pode até ter um "sprinkle" (inglês para um "mini chá-de-bebê" para segundos filhos) ou um cafezinho em casa para mostrar o bebê após o nascimento. E olha que isso provavelmente já será mais do que suficiente.


5. O esquecimento pós-parto é real

Independente de como foi seu parto — sem médicos, epidural, cesária — você fica maravilhada com o que seu corpo é capaz e com o ser humano lindo que ele gerou. Quando as pessoas perguntavam como foi o meu primeiro parto, eu respondia: "Na verdade não foi tão ruim". E aí eu entrei em trabalho de parto pela segunda vez e, nossa senhora, a memória das contrações vieram como uma onda. Quando esse momento chegar, lembre-se: Você já fez isso antes e sem dúvidas pode fazer de novo!


6. O seu cronograma pode sair dos eixos

Os cochilos da tarde são fundamentais para a família funcionar, assim como o café da manhã as 8, o lanche as 10:15, o almoço as 11:45... bem, já deu pra entender. Então, foi um desastre quando o segundo bebê chegou e de repente nenhuma das nossas tarefas diárias aconteciam na hora certa. Nem chegavam perto da hora marcada. Os cochilos eram cedo, as refeições esquecidas, eu cai de sono no chão quando tentava montar uma torre com o mais velho.

A boa notícia é que assim que passar a fase de recém-nascido e o seu bebê dormir por períodos mais longos, você pode começar a voltar aos eixos. Até chegar esse momento, tente curtir o caos e tirar uns cochilos quando puder.


7. A sua carga de trabalho está prestes a dobrar...

Isso na verdade não deveria ser nenhuma surpresa, mas de alguma maneira, meu marido e eu não estávamos preparados para alimentar duas bocas, dar banho em dois humanos, empacotar duas pessoas num dia frio, e besuntar dois corpos com protetor solar num dia escaldante. De repente, uma saidinha para o mercado não exigia somente um copinho de transição, mas um copinho, um babador e, ah é claro, um trocador, lenços umedecidos e roupas extras.


8. ...Mas de alguma maneira é mais fácil

Apesar da sua lista de tarefas multiplicar, você é uma profissional. Aquele nariz escorrendo bem ali? Ah, vai passar em um dia ou dois. Aquela irritação no peito? Passe uma pomada nela e pela manhã já terá sumido. Isso é um choro de fome? Não, é só manha ou sono mesmo.

Você se preocupa com todo e cada detalhe na primeira vez — muitas vezes duvidando da sua mãe, do seu médico e até de você mesma — mas a verdadeira alegria de ter um segundo bebê é a tranquilidade e a paz de espírito que se instala. Você não vai quebrá-lo, você é uma ótima mãe e, na verdade, sabe muito bem o que está fazendo. Perceber isso pode até ser uma das melhores coisas de ter um segundo bebê.


9. O bebê número 1 será a parte mais difícil da equação

Enquanto eu vislumbrava a minha vida com um segundo filho, eu mantinha o foco no quão difícil seria o bebê. Mas no meu caso, quando ele veio, foi moleza. Durma, coma, troque, dê banho, repita. Contanto que não estivesse com fome, ele não se importava com quem o estava segurando — mamãe, papai, vovó, estava sempre bem.

O meu primogênito, no entanto, continuava precisando de coisas novas e atingindo novos marcos (como escalar um móvel!) a cada dia — e tinha um pouco de ciúmes do bebê. Eu podia saber bastante sobre bebês, mas ainda estava numa intensa curva de aprendizado quando se tratava da minha mais velha, dos seusataques de raiva, escaladas e sessões de grude.


10. Você vai se perguntar o que fez com todo o tempo livre

Essa pergunta vai surgir por volta do primeiro ou segundo mês cuidando de mais de uma criança, e ai você pensa: "Por que RAIOS eu me estressava tanto da primeira vez?" Sério, recém-nascidos dormem o tempo inteiro. O que eu fiz o dia todo? Você vai desejar que todo aquele tempo não tivesse sido sugado por estar obcecada por pequenas coisas. Com sorte, isso normalmente passa com o segundo bebê. O cachorro acabou de lamber o bebê da cabeça ao pés? Nem precisa dar banho mais.


11. Seu coração vai explodir de emoção quando ver os dois juntos

Você cria expectativa por certas coisas quando tem um segundo bebê a caminho. Cansaço? Confere. Uma quantidade obscena de roupas para lavar? Confere. Mas não tem nada que possa lhe preparar para ver os seus dois filhos juntos pela primeira vez. Independente do que aconteça com a sua família, essa é a unidade que você criou. Essa é a sua nova, e ligeiramente maior, família... e ver isso bem na sua frente vai te deixar sem fôlego.