Massagem do bebé
Por Karen Sokal-Gutierrez
Shared by Rick from Cheektowaga
Os bebés descobrem o mundo através dos seus sentidos e o seu maior órgão sensorial é a pele. Desde o nascimento que as primeiras experiências do bebé são através da pele - sentir o útero a empurrá-lo para o mundo, sentir o ar frio na pele, ser esfregado ou levar uma palmadinha no rabiosque para começar a respirar e ser levado para mamar no peito da mãe.

Tal como os animais bebés precisam de ser lambidos e afagados para um desenvolvimento saudável, os bebés humanos também precisam de ser tocados. E os pais são naturalmente levados a tocar nos seus bebés - acariciam a sua pele, brincam com os seus dedos dos pés e das mãos, beijam-lhes o topo da cabeça, sopram-lhes no umbigo e abraçam-nos junto ao corpo.

A massagem para bebés é um simples prolongamento daquilo que os pais fazem naturalmente. Consiste em técnicas específicas para tocar e acariciar o seu bebé. Há séculos que a massagem do bebé é uma prática tradicional em culturas da Ásia, África e América Latina e, recentemente, ganhou popularidade por todo o mundo.

Os benefícios da massagem do bebé
Nas últimas décadas, investigações demonstraram que massajar o bebé tem vários benefícios para os bebés e para os pais. Os especialistas concordam que um contacto físico carinhoso ajuda a promover o desenvolvimento físico e emocional do seu bebé. Também constrói laços fortes entre si e o seu bebé e contribui para a sua confiança e bem estar enquanto pai/mãe.

Vários estudos concluíram que massajar o bebé é particularmente benéfico para bebés com risco de problemas físicos e de desenvolvimento. Os bebés prematuros hospitalizados que recebem massagens regulares são mais alertas e ativos, com melhor capacidade circulatória e respiratória e ritmos de crescimento e desenvolvimento. Para o bebé, os benefícios são semelhantes quer seja um profissional treinado ou o pai/mãe a fazer a massagem. Outro estudo, sobre mães com depressão pós-parto, concluiu que fazer massagens regulares ao bebé melhorava a capacidade das mães de brincarem e acalmarem o seu bebé e os bebés tornavam-se menos caprichosos, mais reativos e desenvolviam melhores padrões de sono.

Os defensores da massagem do bebé acreditam que pode ser benéfica para todos os bebés e pais. Para a maioria dos pais é necessário algum tempo para ficarem "em sintonia" com o bebé. Nos períodos em que o seu bebé estiver acordado durante o dia, comece a observar quando está calmo e quando está agitado. Começará a perceber como e quando interagir e estimular o seu bebé, e como e quando acalmá-lo se estiver agitado. Com o tempo, aprenderá a alimentar o seu bebé, tocar-lhe, falar e cantar, e a utilizar as suas expressões faciais para interagir com o seu bebé numa dança graciosa - lendo as pistas que o seu bebé lhe dá e reagindo, vendo a reação do bebé e reagindo novamente. Dar uma massagem regular ao seu bebé pode ajudar o pai/mãe a perceber as reações do bebé ao seu toque e ajudá-lo a aprender a reagir de forma descontraída aos estímulos. O seu toque suave, combinado com um sorriso e voz reconfortantes, ajuda o seu bebé a aprender a confiar em si, descontrair e sentir-se à vontade com o seu próprio corpo.

Massajar o bebé é uma forma particularmente boa de o pai se relacionar com o bebé e com o seu próprio lado carinhoso. Muitos pais lamentam que as mães e os bebés tenham uma ligação física singular, desenvolvida ao longo da gravidez e da amamentação, que um pai nunca poderá ter. Mas massajar o bebé dá aos pais a oportunidade de desenvolverem uma ligação íntima e física com o bebé.

Técnicas de massagem infantil
Há muitas técnicas diferentes para massajar o bebé. Comum a todas as técnicas de massagem é a estimulação suave da pele do bebé e músculos e órgãos subjacentes, estimulando dessa forma a circulação, a digestão e o crescimento do sistema nervoso do bebé.

Pergunte ao seu pediatra se o seu bebé poderá beneficiar da massagem. Geralmente, pode começar a massajar o seu recém-nascido desde que a sua condição física seja estável, tendo o cuidado de evitar zonas sensíveis como o cordão umbilical antes que este caia.

Pode massajar o bebé durante o dia ou durante a noite, quando ele estiver alerta e tranquilo. Pode ser após uma refeição, antes ou depois de uma sesta, depois do banho ou antes de ir dormir. O objetivo é massajar todo o corpo do bebé, uma zona de cada vez. Geralmente, a massagem começa nos pés do bebé e progride pelo corpo acima, em direção à cabeça, que pode ser mais sensível.

Muitos pais concluem que os recém-nascidos são mais sensíveis a ter a pele exposta e os seus corpos manuseados, e que toleram apenas sessões suaves e breves. Mas ao longo dos próximos seis meses, a maioria dos bebés fica mais confortável com as massagens e tolera sessões mais longas. Os bebés mais crescidos e as crianças com 2-3 anos podem encolher-se e afastar-se, mas é sempre possível descobrir um momento tranquilo para a criança usufruir da massagem.

Siga estes passos básicos para massajar o bebé:

1) Comece pelos pés do bebé. Utilizando o polegar e o indicador, faça um movimento desde os dedos até ao calcanhar, ao longo da planta do pé, e dos dedos até ao tornozelo, ao longo do peito do pé.

2) Depois segure suavemente a perna do bebé pelo tornozelo com uma mão e, com um movimento circular delicado, suba do tornozelo para a anca, alternando as mãos.

3) Passe para as mãos do bebé. Abra a mão do bebé com o polegar e massaje suavemente a palma e as costas da mãos. Deslize cada dedo do bebé entre o seu indicador e polegar.

4) Segure o pulso do bebé com uma mão e massaje do pulso até ao ombro. Depois, massaje cada ombro com movimentos pequenos, delicados e circulares.

5) Com um movimento circular e um toque suave, massaje a barriga do bebé em sentido horário, abaixo das costelas. Evite o umbigo do bebé caso o cordão umbilical ainda não tenha caído.

6) Depois, coloque ambas as mãos no centro do peito do bebé. Massaje suavemente para os lados, descendo as mãos e depois regressando ao longo do centro do peito do bebé.

7) Coloque a cabeça do bebé entre as mãos. Com ambos os polegares, massaje suavemente a cabeça do bebé com movimentos circulares, em redor do topo da cabeça e das orelhas. Evite as zonas moles.

8) Deite o bebé de bruços. Comece com ambas as mãos nas costas do bebé. Massaje suavemente o bebé desde os ombros até às nádegas e voltando aos ombros.

Para descobrir mais ou frequentar uma aula de massagem para bebés, peça ao seu pediatra, médico de família ou hospital que lhe indique um instrutor certificado.