Avançar na Alimentação do Bebé
Por Karen Sokal-Gutierrez
Quando o seu bebé tiver entre 4 e 6 meses e comer bem a papinha com uma colher, ficará subitamente pronto para uma variedade de alimentos. Alguns bebés aderem com entusiasmo às novas aventuras alimentares, enquanto outros progridem lentamente e por tentativas. Contudo, no final do primeiro ano de vida, o seu bebé comerá uma variedade de frutas, legumes e carnes, e apreciará diferentes cores, texturas e sabores de comida.

4 a 6 Meses: Purés de Alimentos
As primeiras refeições sólidas do seu bebé devem ser sob a forma de puré para prevenir que ele se engasgue. Muitos especialistas em nutrição recomendam que se comece pelos legumes cor de laranja (exemplo: batata doce, abóbora e cenouras) e depois os outros (ervilha, feijão, beterraba); purés de fruta (banana, maçã, pera, pêssego, ameixa) e por fim iogurte, e purés de carne.

Pode fazer a sua própria comida para bebé cozinhando os alimentos até estarem moles e depois esmagando-os com um garfo ou triturando-os num processador de alimentos ou com a varinha mágica. Isso permite-lhe poupar dinheiro e assegurar que a comida é fresca, sem sal, açúcar ou conservantes adicionados. Uma precaução: Não prepare em casa beterraba, nabo, cenoura, couve ou espinafres pois podem conter níveis elevados de nitratos que podem causar anemia (baixa contagem de glóbulos vermelhos no sangue) aos bebés. Se der comida industrial ao seu bebé, comece pelos frascos identificados como Primeira Etapa. Esta comida para bebé é conveniente e foi submetida a testes de segurança. Também pode dar ao seu bebé alimentos biológicos, minimizando desta forma a sua exposição a pesticidas, adubos, hormonas, antibióticos, corantes, ceras e outros químicos.

Os bebé costumam demorar alguns meses a progredir pelos diferentes purés de alimentos. Comece por introduzir um alimento novo de cada vez, esperando dois a três dias para verificar o possível aparecimento de reações alérgicas como vómitos, diarreia ou erupções cutâneas. Nas primeiras vezes que experimenta um alimento novo, o bebé pode fazer caretas, cuspir a comida ou mesmo engasgar-se. Não se assuste - é uma reação natural a novos sabores e texturas. Volte a experimentar na próxima refeição. Com o tempo, o seu bebé deverá aceitar o novo alimento.

6 a 12 Meses: Alimentos em pedaços, de pegar com a mão, colher e copo
Quando o seu bebé começar a transferir a comida para os lados da boca e a mastigar, estará pronto para a próxima etapa: comida menos triturada ou em pedaços.

Comece com purés menos triturados, como legumes bem cozidos, batatas ou arroz esmagados com o garfo. Se o seu bebé engolir bem, avance para alimentos como massa bem cozida, legumes cozidos, fruta mole e carne bem cozida partida em pedacinhos muito pequenos (menos de 0,5 centímetros). Os fabricantes de comida industrial chamam a estes alimentos menos triturados e combinados Etapas 2 e 3 ou comida júnior.

Quando o seu bebé começar a pegar na comida com os dedos ou a palma da mão e a pô-la na boca, estará pronto para alimentos que pode pegar com a mão. Além de pedaços pequenos de massa, legumes, carne e fruta mole, ofereça-lhe cereais secos, bolachas de água e sal, tostas, pedacinhos de queijo, tofu ou gema de ovo cozida. (As claras de ovo cozidas podem causar alergias, por isso deve esperar até o bebé ter um ano ou mais antes de introduzi-las.) É também a altura de começar a dar-lhe comida normal, desde que mole e cortada em pedaços pequenos.

Geralmente, entre os 8 e os 9 meses, o bebé começa a gatinhar bem, por isso é uma boa altura para lhe dar uma colher e um copo. Mostre-lhe como utilizar colher para pegar na comida e levá-la à boca, e como levar o copo à boca e incliná-lo para beber. Ele começará por abanar a colher e o copo, sujando a cara, o cabelo, a roupa e o chão. Comece dando-lhe uma colher para segurar enquanto o alimenta com outra. Ao fim de alguns meses de prática (e confusão), quando tiver cerca de um ano, o bebé conseguirá utilizar sozinho a colher e o copo.

Estabeleça uma dieta equilibrada
À medida que o seu bebé começar a comer maior variedade de alimentos, tente dar-lhe uma combinação saudável de alimentos a cada refeição. Uma boa regra base é oferecer alimentos de cores diferentes, assegurando desta forma que a comida tem uma boa variedade de nutrientes e é interessante e divertida. A pirâmide dos alimentos delineia os grupos básicos que deve incluir em cada refeição:
  • Pão e cereais (incluindo massa, arroz, cereais integrais e batata): Para aporte de energia, fibra, ferro e vitaminas B e E.
  • Frutas e legumes: Para aporte de fibra, vitaminas A e C e ácido fólico.
  • Carne de vaca, aves, peixes (incluindo leguminosas cozidas, tofu e ovos): Para aporte de proteína, ferro e vitaminas B.
  • Leite e outros laticínios (incluindo queijo e iogurtes): Para aporte de proteína, cálcio e vitaminas A e D.
Qual a quantidade certa de comida?
As crianças costumam comer cerca de 120 gramas (o tamanho de um frasco pequeno de comida para bebé) a cada refeição. No entanto, alguns bebés têm mais apetite e outros têm menos. Comece com porções pequenas (1 colher de sopa de cada alimento) e ofereça-lhe mais se o bebé demonstrar que continua com fome. Não precisa de obrigar o bebé a comer. Se lhe oferecer uma variedade saudável de alimentos, o bebé tem a capacidade natural de comer aquilo de que necessita. Procure sinais de o bebé estar satisfeito: O bebé fecha a boca, abana a cabeça, vira a cabeça para o lado, empurra comida com a mão e resmunga. É nessa altura que deve parar de alimentá-lo.

Qual a quantidade certa de leite?
Entre os 6 e os 12 meses, o bebé deve ingerir cada vez mais alimentos sólidos e menos leite. Se estiver a amamentar o seu bebé, o normal é fazê-lo três a cinco vezes por dia. Se tiver a dar-lhe biberão, não lhe dê mais de 700 a 950 ml de leite por dia. Quando o bebé tiver um ano, deve beber apenas 470 a 700 ml de leite por dia. Quando bebem demasiado leite, os bebés ficam sem apetite para os alimentos sólidos. Isto pode causar anemia e problemas de crescimento. Uma boa forma de ajudar o seu bebé a descobrir o equilíbrio entre os alimentos sólidos e o leite é dar-lhe primeiro os sólidos, quando ele tiver mais fome, e depois oferecer-lhe o leite. Introduzir a utilização do copo antes de ele completar o primeiro ano de vida também ajuda. Mas lembre-se de não substituir sumo por leite. Pode dar ao bebé sumo de maçã, uva ou pêra num copo, mas não lhe dê mais de 120 ml por dia pois pode provocar diarreia, problemas dentários e de crescimento.

Outras Dicas de Segurança Alimentar
Os bebés são vulneráveis a doenças e ferimentos, por isso tome as seguintes precauções quando alimentar o seu bebé:
  • Previna a asfixia: Assegure-se de que a comida é mole e está cortada em pedacinhos pequenos. Evite alimentos que possam sufocar o bebé como pedaços grandes de carne, uvas inteiras e salsichas inteiras (corte-as em tirinhas), cenouras cruas, pipocas, frutos secos e guloseimas duras. Prenda o seu bebé à cadeira para ele permanecer sentado enquanto come e mantenha-o supervisionado. Aprenda primeiros socorros para sufocamento como medida de precaução.
  • Previna queimaduras: É melhor não aquecer o biberão ou a comida do bebé no microondas pois este pode provocar o sobreaquecimento de algumas partes e queimar a boca do bebé.
  • Previna intoxicações alimentares: Não dê mel ao bebé antes dos 12 meses. Pode causar botulismo, uma doença grave. Lave bem as mãos depois de mudar a fralda do bebé, depois de mexer em animais ou carne crua e antes de preparar alimentos ou o biberão. Se o bebé deixar leite no biberão ou comida no prato, deite fora os restos pois contêm micróbios e já não estão frescos.