Desenvolvimento físico e aprendizagem
Por Dr. Bettye M. Caldwell
Muitos bebés aprendem a gatinhar ao mesmo tempo que aprendem a sentar-se sozinhos. Contudo, se não tiverem ajuda, gatinhar demora mais tempo a aperfeiçoar do que sentar. Aos seis meses, é possível que o seu bebé consiga sentar-se por um segundo mas o equilíbrio só virá mais tarde; além disso, provavelmente aperceber-se-á que o seu bebé assume a posição de gatinhar mas depois não sabe como agir. Embora o ato de "gatinhar" seja normalmente sinónimo de progresso das mãos e dos joelhos, muitos bebés utilizam outros movimentos para conseguirem chegar onde querem ir. Rebolar, deslizar, "arrastar o rabo" (quando um bebé oscila de um lado para o outro enquanto se senta, usando uma mão para fazer o movimento de impulsão) e arrastar-se com os cotovelos são manobras utilizadas em vez do gatinhar convencional, por isso não se surpreenda se vir essas primeiro. Outros bebés aprendem a gatinhar da forma convencional e só depois se apercebem que se conseguem deslocar mais rapidamente com as mãos e os pés do que com as mãos e os joelhos.

Se algo estiver fora do alcance de um bebé de seis meses, é provável que veja esse bebé a elevar os joelhos por baixo do corpo, a erguer-se com a ajuda das mãos e, frequentemente, a conseguir levantar a barriga do chão. Nesse momento, o bebé está em posição de gatinhar mas precisa que o incentivem para acrescentar um movimento para a frente. Por volta dos nove meses, os bebés que aprendem a gatinhar cedo começam a fazer verdadeiros progressos, ainda que, frequentemente, gatinhem para trás, afastando-se do objeto que estão a tentar alcançar! O controlo da parte superior do corpo está mais desenvolvido do que o controlo das pernas, por isso um bebé tem tendência para empurrar mais com as mãos e os braços do que com os joelhos - impulsionando o bebé para trás. Não se preocupe (e tente também encorajar o seu bebé!), é apenas uma fase passageira.

A principal vantagem que o bebé tem no que se refere à resolução de problemas é que o desenvolvimento de pequenos e grandes músculos ao longo do primeiro ano simplifica a realização de várias tarefas. A pilha de dois blocos que parecerá tão complicada para o seu pequeno arquiteto num determinado mês, transformar-se-á numa fácil pilha de três blocos apenas algumas semanas mais tarde.

Quando o bebé se começar a concentrar nos músculos inferiores (por volta dos 10-12 meses), seria uma boa ideia deixar brinquedos favoritos no sofá, encorajando a criança a pôr-se de pé para alcançá-los. Isso ajuda a obter equilíbrio e força nos músculos das pernas, necessários para começar a aguentar-se em pé agarrado aos móveis ou às pessoas, uma fase anterior à fase de andar. Assim que o bebé resolver o problema de como se pôr de pé e equilibrar-se e de como colocar um pé à frente do outro, verá aquele sorriso aberto de missão cumprida. O seu bebé está agora a começar a andar. Quem diria que aconteceria tão rapidamente? Depois de alcançar esta etapa, saberá que o seu bebé realmente "conseguiu" e que a sua família nunca mais será a mesma. Este é um feito do qual se deve orgulhar!