icon-arrow-down icon icon-arrow-fill-down icon icon-arrow-next icon icon-arrow-prev icon icon-tag-close icon

Se Divertindo Juntos

Como calçar os sapatos das crianças em 30 passos simples

Hora de sair? Estas instruções simples podem ajudar

compartilhar
1. Dê um aviso com cinco minutos de antecedência: Sairemos em cinco minutos, portanto vamos começar a pensar em calçar os sapatos!

2. Parabenize a si mesma por permitir que a criança tenha este tempo para se preparar. É isso aí.

3. Localize visualmente onde estão os sapatos: um na frente do corredor o outro lá no fundo. Vamos usar aqueles de cadarço porque, afinal, temos tempo: cinco minutos inteiros!

4. Informe a criança onde estão os sapatos.

5. Lembre-se que as crianças não fazem interpretações complexas, portanto reforce o ponto: seus sapatos estão nestes lugares. Vá pegá-los e me encontre na porta da frente.

6. Claro, criança, mas é claro que você pode fazer xixi antes. Que ótima ideia! Bem pensado!

7. Quer fazer o número dois também? Ok, sim, é melhor fazer isso antes da gente entrar no carro.

8. Leve um livro para ler no banheiro, porque só funciona assim hoje em dia.

9. Descubra a mágica de ler apenas a primeira frase de cada parágrafo no livro. Funciona. (Por que ninguém avisou antes?)

10. Hora de limpar.

11. Está bem. Divirta-se dando descarga.

12. Chegou a hora de lavar as mãos, ajustando a temperatura da água e a pressão, conforme as ordens da criança.

13. Agora é só secar o banheiro que está todo molhado.

14. Voltando aos sapatos! Pegue-os para a criança e coloque em frente aos pés. Cada sapato na frente do pé correspondente.

15. Diga "lembre-se das orelhinhas de coelho", enquanto a criança faz uma tentativa valente de amarrar os cadarços.

16. Tenha paciência. Tenha tanta paciência até que a mesma comece a sair pelos ouvidos em forma de fumaça.

17. Sorria e diga que está tudo bem, conforme a criança chuta o chão frustrada, jogando o sapato pelo chão com tanta força que ele chega a bater na parede, deixando uma marca.

18. Agradeça qualquer divindade na qual você possa ou não acreditar pela invenção da borracha mágica.

19. Preocupe-se se está dando à criança uma criação suficiente moral ou religiosa.

20. Decida se preocupar com a pontualidade. É uma virtude, não é? Vamos acelerar esse processo.

21. Não vai dar tempo de disciplinar a criança a respeito do chute no sapato... apenas...

22. Sim, ela acabou de chutar o outro sapato também. Ok, vamos ter que disciplinar.

23. Lembre-se de que a infância é preciosa e que um dia você sentirá saudades destes momentos. São momentos efêmeros.

24. Deseje que sejam efêmeros (ou seriam fugazes?).

25. Preocupe-se com sua recente perda de vocabulário.

26. Abra o Google e procure "demência precoce".

27. Defenda-se para a criança, que a acusa de estar no celular pela milionésima vez hoje.

28. Pegue os sapatos sem cadarços, aqueles que acendem e pelos quais você costumava julgar outros pais. Coloque-os nos pés da criança com a compaixão e gentileza de uma mãe que está no passo 28 de colocar sapatos em uma criança.

29. Julgue a si mesma também. Perdoe a si mesma. Perdoe a criança por ser criança. Ame a si mesma, ame a criança. Sinta tanto amor que ele comece a sair dos olhos na forma de lágrimas. Balance a cabeça e olhe para baixo.

30. Perceba: Você está descalça.